Taylor Swift critica sexismo sofrido na carreira por sua vida amorosa

Taylor Swift, em entrevista a Zane Lowe no Apple Music’s Beats 1, abriu o jogo sobre o sexismo que sofreu no começo de sua carreira.

Ela lembrou de um período em que “foi reduzida” ao seu status de relacionamento.

“Quando eu tinha 23 anos, as pessoas me limitavam, faziam slides da minha vida amorosa e colocando pessoas lá que eu tinha apenas sentado ao lado em uma festa uma vez na vida, além de decidirem que o jeito que eu escrevia minhas músicas era um truque, não um dom e arte”, explicou a cantora, que lançou seu novo álbum “Lover”.

Segundo Taylor, esse era um jeito de “pegar uma mulher que está fazendo seu trabalho e sendo bem-sucedida, e encontrar um jeito de minimizá-la e chamá-la simplesmente de ‘vadia'”.

Swift é muito contra manchetes na imprensa que falam de artistas que passam por “outro término”. “Eu não quero que isso siga acontecendo. As pessoas não se dão conta do quão fácil é inferir que uma mulher na indústria está fazendo algo errado por querer amor, dinheiro e sucesso.”

A estrela ainda deixou uma mensagem para novas artistas que buscam sucesso: “Não deixe nada impedi-las de fazer arte. Apenas faça”.

Fonte: Jovem Pan FM

 

Media

Contato

Contato Whatsapp: 09199288-1988 (vivo)

09198804-6888 (oi)

E-mail: manguefm@hotmail.com

Endereço: Rodovia Curuçá/Abade, Nº 88, Abade, Curuçá-PA

CEP: 68750-000

Últimas